12ª edição do desafio municipal “HÁ POESIA NA ESCOLA”

Está a decorrer o desafio/ concurso “Há Poesia na Escola” da Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares de Coimbra constituída pela Biblioteca Municipal de Coimbra (B.M.C.)/Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (S.A.B.E.) e as escolas do concelho de Coimbra integradas na Rede de Bibliotecas Escolares (R.B.E.).

OBJETIVOS

Constituem objetivos deste desafio os seguintes: a) promover hábitos de leitura e de escrita; b) estimular o gosto pela poesia entre os alunos dos diferentes ciclos de ensino; c) incentivar os docentes a realizarem com os alunos atividades motivadoras, nomeadamente oficinas de escrita e leitura de poesia, de modo a estimular a sua imaginação e o ato de escrever poesia.

TEMA E GÉNERO LITERÁRIO

1. O tema do desafio é: saúde e bem estar. 2. O género literário elegível para efeito deste desafio é a poesia em língua portuguesa. 3. O texto apresentado não deve ser ilustrado, podendo, no entanto, ser acompanhado de ilustração sugestiva independente do texto (por uma questão de legibilidade e de impressão), mas essa ilustração será irrelevante para a classificação.

DESTINATÁRIOS

1.Podem participar os alunos do 1º, 2º e 3º Ciclos, assim como os alunos do ensino secundário das escolas da Rede Concelhia de Bibliotecas de Coimbra. 2. Ao nível do 1º Ciclo, só poderão participar os alunos do 3.º e 4.º ano de escolaridade.

ESCALÕES

1. Os concorrentes serão repartidos em 4 escalões: 1.º Escalão – alunos do 1.º Ciclo (3º e 4º anos de escolaridade); 2.º Escalão – alunos do 2.º Ciclo; 3.º Escalão – alunos do 3.ºCiclo; 4.º Escalão – alunos do Ensino Secundário 2. Nos Agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas onde funcionem percursos escolares alternativos, designadamente Cursos EFA e CEF, acresce aos escalões indicados no ponto anterior um 5º escalão, no qual se integram esses Cursos.

FASES DO DESAFIO

O desafio desenvolve-se em duas fases: 1ª Fase – Fase Escola – outubro a 19 de fevereiro, 2ª Fase: Fase Concelhia – até 5 de março entrega, pelos professores bibliotecários, dos poemas na BMC/SABE.

FASE ESCOLA

Cada Escola/Estabelecimento de Ensino, através da equipa da Biblioteca Escolar ou de um júri constituído para o efeito, designado pela Biblioteca Escolar, selecionará dois poemas por cada escalão/ciclo de ensino previsto no artº 4º deste regulamento.

FASE CONCELHIA

Os trabalhos selecionados a nível de escola devem ser entregues, pelos professores bibliotecários, na Biblioteca Municipal/SABE conforme o descrito nos pontos 3, 4 e 5 do artigo 9.º, até 5 de março (data limite).

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

1.Cada concorrente poderá apresentar apenas um trabalho individual. 2. Não são permitidos poemas coletivos.3. Os concorrentes serão responsáveis pela originalidade dos trabalhos apresentados, garantirão a sua autoria e assumirão toda a responsabilidade decorrente de reclamações de terceiros no que diz respeito a direitos de autor e direitos conexos.4. Os concorrentes selecionados em cada Escola/Estabelecimento de ensino deverão entregar um exemplar impresso em suporte de papel e em formato digital na Biblioteca Escolar.5. Os ficheiros digitais deverão conter o nome do concorrente, ano/turma e estabelecimento de ensino.6. O poema impresso deverá ser assinado pelo concorrente e ter os mesmos elementos de identificação, ou seja, nome do concorrente, ano/turma e estabelecimento de ensino;7. O exemplar do poema em suporte papel deverá ser inserido num envelope com a identificação da Escola/Estabelecimento de Ensino.8. Será da responsabilidade de cada Escola/Estabelecimento de Ensino, através dos Professores Bibliotecários, fazer chegar os documentos acima referidos (digital e papel) à sede do Concurso – B.M.C./S.A.B.E., até 5 de março.9. Serão rejeitados os trabalhos que não obedecerem às normas atrás indicadas.

PRÉMIO

1. Os poemas premiados serão divulgados no Dia Mundial da Poesia e distribuídos em suporte digital pelas Bibliotecas Escolares do GTC e em sessão pública a divulgar oportunamente apontando-se para o Dia Mundial da Poesia e/ou Dia Internacional do Livro e dos Direitos de Autor. 2. Os prémios deste desafio serão constituídos por diplomas, marcadores e livros e algumas surpresas a oferecer designadamente pela B.M.C. e pela R.B.E. 3. Poderão também ser atribuídas, pelo júri, Menções Honrosas.

Revista digital ENTRELER

Descarregue AQUI

Entreler é uma revista digital de acesso livre e gratuito, com periodicidade anual, que tem como objetivo divulgar estudos e reflexões sobre a leitura, a escrita e a literacia, em todas as faixas etárias e nas suas múltiplas dimensões (educativa, literária, social, antropológica, …) e contextos (formal, informal e não formal), bem como projetos e atividades de promoção da leitura e formação de leitores. Dirige-se a mediadores, docentes, formadores, investigadores, bibliotecários, técnicos e a todos os que partilham o interesse pela leitura, pela escrita e pelas literacias.

Dia Nacional do Mar

A 16 de novembro celebra-se o Dia Nacional do Mar. Pretende-se assinalar esta data, procurando assim destacar a importância que o mar tem para a História e identidade de Portugal, bem como para a economia e desenvolvimento do país.

A data escolhida deve-se ao facto da «Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar» ter entrado em vigor a 16 de novembro de 1994, sendo ratificada por Portugal em 1997.

smart

SABER MAIS AQUI