Publicado em Atividades da Biblioteca

Concurso Assim é Que é Falar!

Segunda questão: Melhor ou mais bem.

 Pergunta: Ouvem-se com frequência construções como as seguintes: “Hoje em dia estamos melhor informados”

e “ Esta foi a equipa melhor classificada”.

Não deveria ser “mais bem informados” e “ mais bem classificada”?

 

Resposta: As construções correctas são, efectivamente, “Hoje em dia estamos mais bem informados” e “Esta foi a equipa mais bem classificada”.

            Tal acontece porque as palavras informados e classificada são adjectivos verbais, formas do particípio passado dos respectivos verbos: nesta situação, emprega-se mais bem, e não melhor.

 E a resposta certa é:

Regra: 1. O advérbio bem tem duas formas para o comparativo e para o superlativo: melhor e mais bem

 2. A forma melhor utiliza-se na generalidade das situações. Exemplo: “Aquele deputado preparou-se melhor para o debate do que na semana passada.”

3. A forma mais bem utiliza-se com adjectivos verbais (formas do particípio passado dos verbos). Exemplo: “Agora, aquele deputado está mais bem preparado para enfrentar a situação.”

 Obrigado pela participação de todos.

Os nossos parabens vão para a Ana Claudia do 8ºD e para a Patricia Girão.

Para a semana há mais!!

Publicado em Radar

Concurso “Há Poesia na Escola?”

A aluna Catarina Pereira Pinto do 4ºA da EB1 de Montes Claros foi uma das vencedoras do concurso “Há Poesia na Escola?”, promovido pela Rede Concelhia de Bibliotecas de Coimbra. Esta iniciativa teve como objectivo estimular o gosto pela poesia entre os jovens dos 3º e 4º anos do 1º Ciclo do Ensino Básico.

Parabéns Catarina!

Publicado em Atividades da Biblioteca

Nós com Ana Saldanha

No dia 23 de Abril, Dia Mundial do Livro, a turma D do 8º ano deslocou-se à Casa Municipal da  Cultura para participar no Encontro com a Escritora Ana Saldanha. Os alunos foram acompanhados pela coordenadora da BE, pela professora de LP e pela DT. A sala estava repleta!

Primeiro a Senhora Vereadora da Cultura proferiu um breve discurso para abrir a sessão, seguindo-se a intervenção da escritora que lançou um desafio a todos os alunos presentes: encontrar a solução para uma longa adivinha de sua autoria. Depois teve lugar a intervenção de várias escolas participantes, com a apresentação dos seus trabalhos: leitura de textos da autora, dramatização, apresentação de PowerPoint.

A nossa escola apresentou uma breve dramatização de um excerto da obra “Uma Questão de Cor” e também a leitura de um outro excerto com fundo musical (flauta e viola).

Foi uma actividade interessante e enriquecedora que vale a pena repetir numa nova oportunidade.