Publicado em Radar

1 de Dezembro – Dia Mundial de Luta Contra a SIDA

Sida em Portugal


A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH) e o síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) representaram, em todo o mundo, e ao longo dos últimos vinte e cinco anos, uma causa fundamental de doença e de morte, que atinge sobretudo adultos jovens, e afectam com intensidade extrema o desenvolvimento demográfico e social das populações mais pobres, sobretudo de África. Trata-se de um problema reconhecido como ameaça ao desenvolvimento, equilíbrio internacional e à segurança.

Os indicadores epidemiológicos e sociais colocam a sociedade portuguesa num lugar preocupante na hierarquia dos países da Europa ocidental. Neste sentido, a infecção por VIH foi considerada pelas entidades governamentais uma área de actuação prioritária e, dessa forma, encontra-se inscrita no Plano Nacional de Saúde.

Infectados em Portugal

Segundo estimativas para Portugal do Programa Conjunto das Nações Unidas para a Infecção VIH/sida (ONUSIDA), existirão no país cerca de 32 mil pessoas infectadas, entre os indivíduos do grupo etário dos 15-49 anos. Assume-se para este cálculo um número de infectados não diagnosticados de 30 por cento, de acordo com a média da União Europeia. De acordo com a classificação adoptada pela Organização Mundial de Saúde/ONUSIDA, a epidemia portuguesa é do tipo concentrado.

Dados do Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Infecção VIH/Sida 2007-2010

Publicado em Atividades da Biblioteca

Ciência Com Rima

A Biblioteca resolveu serem os alunos convidados a darem a sua opinião sobre a actividade desenvolvida na BE, assim sendo aqui ficam as opiniões da turma 8ºD:

 “No dia 26 de Novembro, na biblioteca, realizaram-se algumas actividades subordinadas ao tema “Ciência Com Rima”, dinamizadas por duas professoras de Físico-química destacadas no Exploratório de Coimbra.

 A partir da leitura de diversos poemas relacionados com a ciência foram realizadas actividades como forma de interpretação dos mesmos.

As experiências abrangiam temas como as fases da Lua, as cores ou a função da ciência na evolução humanidade.

Os comentários foram diversos mas sempre positivos:

“Foi muito fixe” – Francisco Aldeão

“Brutal!” – Guilherme Portugal

“Foi divertido e interessante”- Inês Gonçalves

“Descobrimos a relação entre a ciência e a literatura – estão em constante harmonia”- Ana Cláudia

“Gostei…foi muito educativo”- Francisco Esteves

“Acho que foi uma acção de formação muito interessante” – Francisco Albano

 

Devido a ser a semana da cultura científica a turma do 8ºD foi convidada para assistir na biblioteca a uma sessão relativa ao tema “Ciência Com Rima”.

Inicialmente , a turma foi dividida em turnos, os quais participaram em divertidas actividades nas quais se relacionavam a ciência com a literatura. As actividades foram dirigidas por duas professoras de Físico-química destacadas no Exploratório de Coimbra.

A penúltima actividade, na nossa opinião a mais divertida e educativa, retratava a lei das forças de acção de reacção. Esta experiência consistia na demonstração da acção das  forças, que se combinam aos pares.

Foram igualmente, realizadas outras experiências relacionadas com poemas de José Saramago, António Gedeão, Cecília Meireles, entre outros…

Com esta interpretação literária da  ciência aprendemos inúmeros novos conceitos que nos suscitaram interesse e curiosidade.

Achámos que esta acção foi muito educativa, bem realizada e que despontou o interesse dos membros do grupo.

Queremos agradecer às professoras de Físico-química que se disponibilizaras para dar a conhecer um pouco do Exploratório de Coimbra à nossa Turma.

Opiniões:

“ Foi muito fixe”

“Foi sensacional”

“Adorei esta sessão, deveria ser repetida para outras turmas”

“Na minha opinião, não podia ser melhor, adorei esta actividade, por que para alem de ter sido muito bem planeada foi relativa a duas das minha áreas preferidas.”

Ana Carolina

Ana Carvalho

Ana Fernandes

Carla Sofia

Edite Ravela

Eriça Costa

Inês Santos

Publicado em Radar

Dia Internacional do Livro: 23 de Novembro ou 23 de Abril?

O Dia Internacional do Livro teve a sua origem na Catalunha, uma região semi-autónoma da Espanha.

A data começou a ser celebrada em 7 de Outubro de 1926, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, escritor espanhol.
No ano de 1930, a data comemorativa foi trasladada para 23 de Abril, dia do falecimento de Cervantes.

Mais tarde, em 1996, a UNESCO instituiu 23 de Abril como o Dia Mundial do Livro e dos Direito de Autor, em virtude de a 23 de Abril se assinalar o falecimento de outros escritores, como Josep Pla, escritor catalão, e William Shakespeare, dramaturgo inglês.

 www.pt.wikipedia.org/Dia_Internacional_do_Livro

Publicado em Atividades da Biblioteca

Histórias com Música

Tal como tínhamos anunciado, a biblioteca acolheu os alunos do 1º ano da EB1 de Montes Claros, para ouvirem a história “Os vizinhos da casa Azul”, contada pela professora Manuela Paz com colaboração musical dos alunos da turma  5ºI. Estes estão de parabéns, pois revelaram-se uns verdadeiros artistas!

A iniciativa foi tão apreciada que ficou a promessa de voltarem para uma nova história.

Publicado em Radar

A Convenção dos Direitos da Criança completou 20 anos

Na passada sexta-feira, 20 de Novembro, a Convenção sobre os Direitos daCriança completou 20 anos, duas décadas da existência do tratado internacional de direitos humanos mais amplamente ratificado da história, dado que todos os países do mundo o assinaram, e só dois não o ratificaram.

A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças:

• a não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial, todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.

• o interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que lhe digam respeito.

• a sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.

• a opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos que se relacionem com os seus direitos.

A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:

• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)
• os direitos relativos ao desenvolvimento
(ex. o direito à educação)
• os direitos relativos à protecção
(ex. o direito de ser protegida contra a exploração)
• os direitos de participação
(ex. o direito de exprimir a sua própria opinião)

Para melhor realizar os objectivos da CDC, a Assembleia Geral da ONU adoptou a 25 de Maio de 2000 dois Protocolos Facultativos:

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças, prostituição e pornografia infantis (ratificado por Portugal a 16 de Maio de 2003);

Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados (ratificado por Portugal a 19 de Agosto de 2003);

www.unicef.pt

Publicado em Atividades da Biblioteca

Dia dos Direitos do Homem

No dia 10 de Dezembro celebra-se o Dia dos Direitos do Homem. Em Dezembro de 1948 foi adoptada e proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Artigo 1º

Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

 

Artigo 26º

Toda a pessoa tem direito à educação.

Para marcar a data, a biblioteca da escola lança um desafio a alunos e professores (Educação Visual e Artes Plásticas) para elaboração de um cartaz alusivo ao tema. Contamos com a tua participação!

Para saber mais sobre os Direitos Humanos

http://www.pgr.pt/portugues/grupo_soltas/efemerides/dudh/dudh.htm

http://www.cne.pt/dl/1_declaracao_universal_direitos_homem.pdf

http://www.cidadevirtual.pt/cpr/asilo1/dudh.htm